• Terceirização Contábil e Administrativa de Alto Valor Agregado.
  • Você empreendedor pode contar com uma assessoria especializada em start-ups para toda rotina fiscal e administrativa, permitindo que você foque no desenvolvimento do Negócio.
  • Diagnóstico PME foi desenvolvido para fornecer, de forma integrada, uma consultoria em formato de diagnóstico que investiga potenciais oportunidades de melhorias e/ ou falhas nos principais pontos de gestão das pequenas e médias empresas.
  • Suporte à Auditoria: Assessoria no planejamento e durante a realização da auditoria; Redução de custos de auditoria
Custom Joomla Template by Web Hosting Service

Integrated Report (Relatório Integrado ou Relato Integrado)

 

O que é o Integrated Report (Relatório Integrado ou Relato Integrado)?

Um relatório integrado é um relatório que fornece informações financeiras e não financeiras da estratégia, do desempenho e da governança da empresa, tanto nos aspectos de negócios como sociais. Muitas vezes é denominado como relatório de sustentabilidade por descrever o desempenho da organização em um contexto mais amplo.

O objetivo desses relatos de sustentabilidade é informar como a organização está contribuindo para a melhoria ou deterioração das condições econômicas, ambientais e sociais.

 

Por que adotar o Integrated Report (Relato Integrado)?

Um número cada vez maior de empresas estão reconhecendo a necessidade de tornar suas atividades  mais sustentáveis e transparentes.

Diversos movimentos ao redor do mundo têm incentivado as empresas, seja através de Leis como a 11.638, onde promoveu adoção de normas internacionais de relatório financeiro, ou ações de incentivo à adoção de relatórios integrados com foco em informações não financeiras, como no caso da proposta global de relatório integrado, promovida pelo International Integrated Reporting Council (IIRC) e lançado na BM&FBOVESPA e em mais nove países: África do Sul, Alemanha, Austrália, Canadá, China, Estados Unidos, Índia, Japão e Reino Unido.

 

Exigências Globais.

Globalmente apenas a comissão de valores mobiliários da África do Sul exigiu a publicação do relatório / relato integrado para todas as empresas listadas a partir de 2010.

Em linha similar a União Europeia adotou, em dezembro de 2014, uma nova diretriz que obriga as grandes empresas listadas (com mais de 500 empregados) a fornecerem relatórios de informações não financeiras. As empresas que prestam este reporte são obrigadas a relatar aspectos ambientais, sociais e   trabalhistas, como questões de direitos humanos, anticorrupção e suborno. Além disso, essas grandes corporações devem descrever seu modelo de negócio, resultados e riscos . Apesar de não estabelecer um padrão a EU incentiva o uso dos padrões da GRI (Relatório de Sustentabilidade)

De maneira geral a  maioria dos países apenas encoraja essa publicação, como no caso do Brasil, onde a BM&F Bovespa incentiva tal publicação.

 

Qual padrão adotar?

De maneira geral o relatório integrado consolida as informações das Demonstrações Financeiras, Relatórios à Acionistas, Balanço Social, bem como diversas outras informações de cunho social e econômico.

As Diretrizes para Relatórios da GRI (Global Reporting Initiative), que está na sua quarta versão (G4) é  o mais amplamente padrão  de relatórios de sustentabilidade utilizado  no mundo. Tal padrão é encorajado pela União Europeia e por diversas bolsas de valores, inclusive pela BM&F Bovespa.

 

GRI G4

As Diretrizes G4 foram desenvolvidas para ser universalmente aplicáveis a todas as organizações, tanto de grande como de pequeno porte, em todo o mundo, e constituem um marco internacional em apoio a uma abordagem padronizada de elaboração de relatórios integrados, elevando o grau de transparência e consistência necessário para tornar as informações úteis e confiáveis para mercados e a sociedade.

A partir do G4 os relatórios de sustentabilidade focam em questões efetivamente cruciais para a consecução das suas metas e gestão do seu impacto na sociedade, tendo como direcionador a materialidade dessas questões

Categorias do Relatório:

O  relatório de sustentabilidade ou relato integrado deve abordar três dimensões gerais:

Em cada uma dessas seções o relatório deverá conter informações pautadas nos princípios da Materialidade, Completude, Comparabilidade, Exatidão, Imparcialidade, Tempestividade, Clareza e Confiabilidade.

Cada uma dessas seções é composta por diversas subseções que por sua vez são compostas por diversos Aspectos. Para cada aspecto a entidade devera realizar relatos específicos e desenvolver indicadores para os aspectos materiais.

A quantidade destes indicadores altera de acordo com o tipo de relatório

Tipo de Relatórios

As Diretrizes preveem duas opções para a organização elaborar seu relatório de sustentabilidade: a opção Essencial ou Abrangente.

Volume de Informações:

 

 A opção Essencial contém os elementos básicos essenciais de um relatório de sustentabilidade, relatando uma visão geral dos impactos do seu desempenho econômico, ambiental, social e de governança. Por sua vez a opção Abrangente inclui todas as informações da opção Essencial, além de informações adicionais sobre a estratégia, análise, governança, ética e integridade da organização.

Informações sobre os Aspectos

Os relatos sobre os Aspectos variam de acordo com a sua natureza e categoria. Por exemplo o Aspecto de “Desempenho Econômico” deve relatar o valor econômico direto gerado e distribuído (sugestão: apresentar a “Demonstração do Valor Adicionado”), incluindo os componentes básicos das operações como o valor econômico direto gerado( Receitas) e o Valor econômico distribuído (Custos operacionais , Salários, Pagamentos a provedores de capital, Investimentos comunitários e etc). Para melhor avaliar impactos econômicos locais tais informações podem ser apresentadas separadamente no nível de país, região ou mercado (quando significativo).

Aspectos como “Presença do Mercado” relatam informações de cunho tanto econômico como social, como por exemplo: o percentual de membros da alta direção de unidades operacionais importantes contratados na comunidade local. Já outros Aspectos como o ”Materiais”, na categoria “Ambiental”, abrangem os impactos relacionados a insumos como por exemplo: o percentual de insumos reciclados usados na fabricação dos principais produtos e serviços da organização.  

 Abaixo listamos os Aspectos determinados nas Diretrizes do GRI G4: 

Econômica

Ambiental

 

Desempenho Econômico

Presença no Mercado

Impactos Econômicos Indiretos

Práticas de Compra

 

 

Materiais

Energia

Água

Biodiversidade

Emissões

Efluentes e Resíduos

Produtos e Serviços

Conformidade

Transportes

Geral

Avaliação Ambiental de Fornecedores

Mecanismos de Queixas e Reclamações Relacionadas a Impactos Ambientais

 

Social

Trabalhistas

Direitos Humanos

Sociedade

Responsabilidade pelo Produto

 

 

Emprego

Relações entre Trabalhadores e Empregadores

Saúde e Segurança no Trabalho

Treinamento e Educação

Diversidade e Igualdade de Oportunidades

Igualdade de Remuneração entre Mulheres e Homens

Avaliação de Fornecedores em Práticas Trabalhistas

Mecanismos de Queixas e Reclamações Relacionadas a Práticas Trabalhistas

 

 

 

Investimentos

Não discriminação Liberdade de Associação e Negociação Coletiva Trabalho Infantil Trabalho Forçado ou Análogo ao Escravo Práticas de Segurança Direitos Indígenas Avaliação Avaliação de Fornecedores em Direitos Humanos Mecanismos de Queixas e Reclamações Relacionadas a Direitos Humanos

 

 

 

Comunidades Locais Combate à Corrupção Políticas Públicas Concorrência Desleal Conformidade Avaliação de Fornecedores em Impactos na Sociedade Mecanismos de Queixas e Reclamações Relacionadas a Impactos na Sociedade

 

 

 

Saúde e Segurança do Cliente Rotulagem de Produtos e Serviços Comunicações de Marketing Privacidade do Cliente Conformidade

 

Fonte: Global Reporting Initiative, 2014

 

De acordo com as Diretrizes, para cada um desses Aspectos a empresa devera apresentar informações e indicadores específicos sobre tais temas.

 

 

Dificuldades na Implementação:

As maiores dificuldades na implementação e emissão de report integrado / relatório de sustentabilidade é a estruturação dos processos para captação das informações que devem ser relatadas.  Por tal razão uma análise e preparação prévia é vital para que se tenha êxito e qualidade na emissão.

Uma vez implantadas as rotinas de informação e controle, a emissão do relatório integrado será compreendida, principalmente, pela redação do texto.

 

 

Consultoria na implementação do Relato Integrado:

A BC pode auxilia seus clientes na preparação dos indicadores, na redação do Relato Integrado ou até mesmo na condução de todo o processo. Os trabalhos são divididos, geralmente, em três etapas (independentes entre si):

Fase 1: Diagnóstico prévio para realização do Relato Integrado

·       Identificação dos conteúdos padrão gerais necessários para a opção “de acordo” escolhida (Essencial ou Abrangente).

·        Identificações dos Stakeholders

·      Análise das informações já divulgadas em outros relatórios da empresa, com foco na sinergia e reuso dessas informações (ex. Informações relacionadas ao conteúdo do relatório requerido pelas opções “de acordo” podem já ter sido incluídas em outros relatórios elaborados pela organização, como no seu relatório anual aos acionistas ou outros relatórios regulatórios ou voluntários.)

·         Verificação dos conteúdos padrão gerais que se aplicam ao setor no qual a organização atua

·         Análise dos processos geradores dos indicadores e conteúdos.

·         Definição da Materialidade.

·     Identificação das informações sobre a forma de gestão e os indicadores relacionados aos Aspectos materiais.

 

Fase 2: Implantação  das melhorias e planos de ação

 

Fase 3: Revisão ou redação  do Relatório:

  • Relatório completo
  • Resumo executivo, incluindo informações sobre estratégia, análise e desempenho.

 

Vale observar que tais fases ser independentes uma da outra, o que permite aos nossos parceiros identificar as etapas que deseja o suporte da BC. Entretanto recomendamos aos nossos clientes e parceiros a realização do diagnóstico no sentido de antecipar eventuais dificuldades ou empecilhos na redação e obtenção dos indicadores..

Para maiores informações entre em contato: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.